10 horas de trabalho e problemas mentais dos funcionários

Problemas de saúde mental e distúrbios são generalizados nos Estados Unidos. O Instituto Nacional de Saúde Mental estima que, a partir de 2011, cerca de 26 por cento dos adultos americanos sofrem de algum tipo de distúrbio de saúde mental. Trabalhar longas horas pode agravar esses problemas, adicionando mais estresse e fadiga, enquanto tira tempo da família ou lazer. Tudo isso pode afetar tanto os empregadores quanto os funcionários.

Produtividade

O Bureau of Labor Statistics estima que o americano médio empregado entre 25 e 54 anos gasta 8, 7 horas em atividades relacionadas ao trabalho por dia de trabalho, de acordo com dados de 2009. Um funcionário que trabalha 10 horas por dia é mais suscetível a sentir-se sobrecarregado e fatigado. Empregados sem o nível adequado de energia ou aqueles que sofrem de distúrbios mentais podem ter dificuldades para completar as responsabilidades de trabalho necessárias. Isso, por sua vez, levará a uma menor produtividade no local de trabalho.

Moral

Longas jornadas de trabalho podem afetar o moral em um ambiente de pequenas empresas. Com um número menor de funcionários do que grandes corporações, a pequena empresa precisa de um ambiente de trabalho saudável para o sucesso. Quando um funcionário não tem um equilíbrio adequado entre vida pessoal e profissional, ele pode desenvolver um problema de saúde mental, como sentimentos, depressão ou ansiedade. Para um funcionário com um distúrbio de saúde mental preexistente, as jornadas de trabalho de 10 horas podem exacerbar o problema. Em ambos os casos, o moral dos funcionários é afetado e não contribui para um ambiente de trabalho saudável.

Ações judiciais

Os empregadores enfrentam o risco de ações judiciais se um funcionário sentir que está sendo discriminado devido a um problema de saúde mental ou se o transtorno não está sendo tratado adequadamente, como pode ser o caso quando se trabalha longas horas. Os funcionários com problemas de saúde mental são protegidos pela Disability Discrimination Act, que afirma, em parte, que mudanças razoáveis ​​devem ser feitas para garantir que um funcionário com deficiência esteja sendo acomodado adequadamente.

Custos

Forçar os funcionários a trabalhar 10 horas por dia tem custos além de ter que pagar pelo tempo trabalhado. Um funcionário que sente tensão mental e física devido à carga de trabalho tem maior probabilidade de deixar a empresa do que um profissional de conteúdo. Longas jornadas de trabalho combinadas com uma saúde mental deficiente levam a uma maior rotatividade de funcionários. Além disso, os trabalhadores que precisam pagar por inúmeros dias de doença para lidar com problemas de saúde custarão dinheiro à empresa. Se a empresa fornecer assistência para o seguro, os prêmios também serão afetados.

Recomendado

A importância do YouTube no marketing
2019
O que significa incorporar um negócio?
2019
Como o Loitering afeta os negócios?
2019