Como equilibrar a privacidade dos funcionários e a segurança do empregador

No mundo de hoje, onde a tecnologia é parte da maioria das empresas, a linha entre a privacidade dos funcionários e a segurança do empregador pode ser facilmente borrada. Muitas empresas que lidam com dados confidenciais e assuntos confidenciais podem aumentar as medidas de segurança para proteger segredos comerciais e estratégias internas. Ao fazer isso, os funcionários podem sentir que não têm privacidade no trabalho. Outras empresas podem ver a privacidade dos funcionários como o mesmo, e a segurança do empregador pode sofrer como resultado. Ao encontrar um equilíbrio, é importante realizar pesquisas e tornar conhecidas as suas expectativas como gerente.

1

Pesquise quais leis de privacidade são aplicáveis ​​à sua empresa. Como um empregador, você pode se deparar com questões de responsabilidade e ações judiciais em potencial se ultrapassar seus limites em relação à privacidade dos funcionários. Existem vários regulamentos federais, estaduais e locais de privacidade que as empresas devem aderir, de acordo com o The Employers Law Group. Para evitar enfrentar possíveis problemas legais, contrate um advogado especializado em questões trabalhistas para ajudá-lo a elaborar uma política de segurança que leve em consideração a privacidade dos funcionários.

2

Elabore um plano de segurança para o seu negócio. Inclua todas as preocupações com a privacidade dos funcionários encontradas em sua pesquisa jurídica. Estruture seu plano de segurança e privacidade para cobrir todas as situações em que os dois entrem em conflito, como por meio do uso de e-mail, telefones, telefones celulares e outros equipamentos da empresa. A definição de uma estratégia firme que aborde a segurança da empresa e a privacidade dos funcionários estabelecerá as bases para o posicionamento da sua organização nos problemas, caso surja algum problema.

3

Informe seus funcionários sobre as regras de segurança da empresa e o que será e não será monitorado diariamente ou semanalmente. Notificar os funcionários da vigilância permitirá que eles tenham a chance de interromper o envio de e-mails pessoais antes de serem repreendidos por enviá-los pela primeira vez.

Embora possa não ser necessário ser totalmente transparente com os funcionários, por exemplo, informando-os quando as câmeras de segurança podem gravar durante o dia, informando que as câmeras de segurança serão instaladas ou que todos os e-mails serão monitorados. Esta comunicação serve como um aviso preliminar no caso de ações que devem ser tomadas após violações de segurança e fornece "um equilíbrio justo entre as necessidades do empregador e dos funcionários", segundo a empresa de segurança na Internet McAfee.

4

Poste este aviso de segurança em uma área pública, como a sala de almoço, e certifique-se de que todos os funcionários recebam uma cópia da política. A política deve declarar explicitamente quais atividades são proibidas e permitidas e como a organização irá monitorar os funcionários.

5

Implemente sua política em sua atmosfera corporativa. Dependendo da natureza da sua empresa, isso pode incluir software de monitoramento de email ou câmeras de vigilância criadas em áreas confidenciais de pesquisa e desenvolvimento.

Recomendado

Como adicionar um segundo monitor a um iMac
2019
Como tornar meu Mac seguro contra hackers
2019
Como aumentar o valor nominal de um estoque
2019